poder
e política

5|jun|08:27

INGÊNUOS E VENTRÍLOQUOS

Eu não disponho de nenhuma janela para olhar a consciência de outro homem; eu não condeno ninguém”. Do filme O Homem que Não Vendeu Sua Alma, de Fred Zinnemann, 1966.

O picadeiro do debate político no Maranhão se converteu para algumas pessoas em ringue de combate de luta-livre. Para alguns deles a eficácia do argumento está diretamente relacionada com a intensidade dos insultos. Acreditam que se xingarem mais alto e no mais baixo nível ganharão o embate.

Após publicar o texto PT SEM CANDIDATOS (leia abaixo) fui alvo de alguns desses “trogloditas do espírito”, como bem definiu o professor Carlos Lins e Silva. Ontem em seu blogue Metendo o Bedelho, o blogueiro Hostílio Caio antes de copiar na íntegra um trecho do meu texto escreveu.

“Surtaram de vez os emplumados petistas e os “comunistas burgueses”. Desesperados partiram para plantar sandices na mídia amilhada ao tucano José Serra. Dessa vez plantaram um factóide pra lá de canalha”.

Em seguida o blogueiro Hostílio Caio faz uso integral do meu texto:ouviram de dirigentes nacionais da legenda, que deve ocorrer um pedido de impugnação da coligação caso ocorra à aliança com o PMDD no estado. Acolhido pela Justiça Eleitoral o pedido de impugnação da aliança PT e PMDB, o partido ficaria sem candidatos a deputados estaduais, federais e a senador nas eleições de outubro deste ano”.

Não tenho disposição, habilidade e nem instrumental para esse modelo de debate. Não sou talhado para esse tipo de embate professor Hostílio Caio.

Logo adiante, o jornalista Décio Sá em seu blogue diz que: “Só ainda acredita que o deputado Flávio Dino (PCdoB) terá apoio do PT, e que o partido do presidente Lula terá candidatura própria ou uma chapa sem cabeça no Estado, quem não conhece política, é ingênuo ou quer ser usado. Ele mesmo não acredita mais”, escreveu.

Décio Sá pescou o trecho “candidatura própria ou uma chapa sem cabeça no Estado”. E vaticinou uma suposto crença do pré-candidato Flávio Dino (PCdoB) numa nota publicada na coluna Radar Online, de Lauro Jardim, colunista da revista Veja.

O “companheiro” Décio Sá leu e reproduziu apenas uma das notas publicadas ontem por Lauro Jardim. A outra o caro jornalista omitiu, talvez porque a nota publicada às 7h44 esteja na avaliação de Décio mais próximas das “reporcagens” que a Veja costuma publicar (leia as notas na imagem acima).

Mais adiante, o jornalista Marco Aurélio D’Eça também se utiliza de Lauro Jardim como fonte e profetiza: “Para os líderes de PSB e PCdoB, manter a candidatura no sacríficio não vale a pena. É o que informa Lauro Jardim, colunista de Veja”.

Antes, meu amigo D’Eça afirmara que: “embora adversários tentem plantar que o PT sairá sozinho”. Teria Marco D’Eça também não lido a nota “PT independente no Maranhão”, do Lauro Jardim?

Eu acredito que discutir política é sempre melhor do que especular sobre as expressões de desejos de outrem. A meu ver, campanha eleitoral é feita em torno de políticas. Quais as que foram bem-sucedidas, quais ainda precisam de aperfeiçoamentos, e quais devem ser definitivamente abandonadas? Essas são as questões centrais dessa linha de ação.

Sempre acreditei no que escrevi e no que escrevo. Tanto aqui no blog quanto nas reportagens de O Estado do Maranhão onde trabalho. E as fiz com toda a liberdade. E seguirei assim.

Não fiz e faço jornalismo para agradar a este ou aquele. A Roseana, a Jackson, a Flávio Dino, ou a quem quer que seja. Também não coaduno e não participo dessas tropas de choque da intolerância que estão dispostas a exigir a condenação moral de pecadores.

# , , ,
Página 1 de 11
>>>>>>>>

Copyright © Itevaldo Jr - Todos os direitos reservados
Web Design: MP Marketing & Promoção | Webmail | Login »